21/06/2022 às 10h21min - Atualizada em 22/06/2022 às 00h01min

Inadimplência recua para 4,9% no mês de junho, com retomada de alta nos meses de julho e agosto segundo projeção do Ibevar

Apesar de inferior ao índice recorde alcançado em maio, a queda de renda das famílias continua impactando em atraso nos pagamentos acima de 90 dias

SALA DA NOTÍCIA Beatriz Soares Gomes

Projeção do IBEVAR - Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo indica queda no índice de inadimplência de recursos livres das pessoas físicas no Varejo. A estimativa da taxa média mensal deve alcançar 4,9%, recuo de 0,08 pontos percentuais em comparação à projeção recorde de maio. Entretanto, as estimativas para julho e agosto apresentam novo crescimento na taxa de pessoas físicas com atraso de pagamento acima de 90 dias, com alta de 4,99% e 5,04%, respectivamente.  

“A redução de junho em relação a maio é muito pequena. O valor real de maio ainda não foi publicado. A redução, diga-se de passagem muito pequena, é pouco provável.  Considerando a indicação de tendência de aumento dos atrasos, é razoável esperar na verdade um aumento da taxa de inadimplência para junho. Esses atrasos de pagamentos estão ligados às restrições vindas da renda real”, diz Claudio Felisoni de Angelo, presidente do IBEVAR. 

O índice de inadimplência é calculado com base na média entre os índices mínimos e máximos dos atrasos de pagamento acima de 90 dias. As projeções para julho mostram que a taxa mínima deve ser de 4,46% e a máxima deve alcançar 5,33%. 

A inadimplência de pessoas físicas com recursos livres considera todas as operações com parcelas em atraso acima de 90 dias de atraso, com exceção das vinculadas ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ou lastreados em recursos compulsórios ou governamentais. 

Sobre o IBEVAR

O IBEVAR - Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo & Mercado de Consumo é referência em pesquisas e conteúdos sobre Varejo e Consumo e principal plataforma de relacionamento de executivos do setor. Sem fins lucrativos, a organização reúne comitês de Tecnologia e Inovação, Varejo Digital, Gestão de Pessoas e Lideranças Criativas, PRACS e Pricing com executivos de alto nível que debatem temas relevantes para as melhores decisões do mercado. O IBEVAR realiza mais de 40 pesquisas periódicas anuais que contribuem com o mapeamento do setor, como projeções relacionadas a vendas e intenção de compra, inflação e inadimplência, além de realizar pesquisas de tendências das principais datas sazonais e comemorativas do Varejo e de proporcionar a capacitação contínua de profissionais do setor por meio de parcerias educacionais. Fundado em 2009, a organização, que reúne mais de 19 mil associados, desenvolveu também o Prêmio de Inovação para estimular a criação de projetos inovadores e apresentar ao mercado soluções para os desafios do Varejo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp