31/05/2022 às 14h34min - Atualizada em 31/05/2022 às 16h50min

Fortes disputas marcam terceira etapa da Old Stock Race; Thiago Lourenço e Evandro Camargo vencem as provas

Os pilotos e os bravos Opalas mostraram show de perícia e sangue frio em uma das etapas mais eletrizantes dos últimos tempos

SALA DA NOTÍCIA Da redação
Anthony Kunze/OSR
O domingo de sol em Interlagos reservou duas provas em que absolutamente tudo aconteceu: disputas, ultrapassagens, constância e batidas. O público que compareceu ao evento vibrou nas arquibancadas ao sentirem a potência única dos Opalas.

O grande desafio de todos os pilotos nesta etapa foi conseguir entender o comportamento dos carros após a troca de fornecedor dos pneus. Esse item essencial para a corrida ajudou a dar mais tempero na competição.

Primeira prova
A primeira prova do domingo foi marcada por uma confusão envolvendo três pilotos logo na largada. Após sofrer um toque, Ricardo Alvarez não conseguiu manter o carro na pista e acabou atingindo os Opalas de Rogério Barbato e Marcio Nasser, que abandonaram a corrida.

Mesmo com toda a confusão, Luiz Zapelini conseguiu subir seis posições e tirou a liderança de Evandro Camargo. Ricardo Domenech também mostrou bom desempenho e subiu até o segundo posto.

No entanto, na oitava volta, Domenech assumiu a ponta após tocar em Zapelini, que caiu várias posições. Mesmo tendo conseguido a vitória, os comissários analisaram que o piloto devia ser punido. Na classificação final, acabou em nono lugar e o troféu principal ficou com Thiago Lourenço, seguido de Konrad Wiehmann e Grego Lemonias.

Outro destaque fica para o piloto Rodrigo Helal, que saiu da 19ª posição na largada e terminou no pódio, na quinta colocação.

Segunda prova
Não diferente da primeira, a segunda prova manteve as mesmas características da anterior. Os três pilotos que saíram após a batida, mesmo com os esforços das equipes nos boxes, não conseguiram voltar ao grid.

A largada foi tranquila, sem incidentes, mas as disputas seguiram firmes com os bravos Opalas raiz. A prova foi praticamente dominada por Evandro Camargo, que rapidamente pulou para a liderança de prova.

O acerto de seu carro fez com que abrisse bastante vantagem sobre o restante dos pilotos. Mas Thiago Lourenço começou a apresentar excelente rendimento e foi encostando no líder.

Na última volta, a diferença entre os pilotos era meramente visual. Após um toque nos metros finais, Thiago Lourenço assumiu a ponta e venceu a prova com Camargo na sequência. No início da noite de domingo os comissários da competição decidiram punir Lourenço, que caiu para a sexta posição. Evandro Camargo, assim, sagra-se o vencedor.

Grego Lemonias sobe para a segunda posição, seguido de Konrad Viehmann. Outro destaque da prova fica para Perseu Alarcon, que ganhou oito posições e terminou em décimo lugar.

Solidariedade
Outro ponto positivo marcado pela Comunidade Old Stock Race foi a doação de alimento para a Anuepo, que ajuda pessoas em situação de pobreza. Um veículo foi completamente carregado com roupas e alimentos que ajudarão muitas famílias.

Acesse o site da Old Stock Race para mais informações sobre a competição e os detalhes das próximas etapas e ações.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp