20/05/2022 às 16h13min - Atualizada em 20/05/2022 às 18h10min

Kepler Weber apresenta o secador KW Max durante a Bahia Farm Show

Equipamento confere eficiência à produção de grãos na Bahia e em todo Matopiba, região de clima semi-úmido com 337 municípios

SALA DA NOTÍCIA Redação
kepler.com.br
Divulgação

A Kepler Weber vai apresentar durante a Farm Show, em Luis Eduardo Magalhães, interior da Bahia, as vantagens do KW MAX, um secador de grãos mais gerador de calor modular que conta com tecnologia embarcada, permitindo melhor desempenho no pós-colheita. A feira, considerada uma das três maiores do país, ocorre entre os dias 31 de maio e 4 de junho. 

Lançado no ano passado, o secador tem um gerador modular alimentado à lenha ou a cavaco, permitindo ganhos ambientais, econômicos e qualidade de grãos secos, importante para a região do Matopiba, de clima semi-úmido na maioria do território, e com 327 municípios dos Estados de Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Com maior eficiência, as unidades de beneficiamento e armazenagem geram maior rentabilidade para o produtor. 

"Durante a Farm Show, os consultores da Kepler Weber poderão tirar as dúvidas dos agricultores e demonstrar como este equipamento favorece a conservação do grão, que é vivo e precisa ser mantido dentro de padrões de umidade e temperatura adequados", comenta Bernardo Nogueira, diretor comercial da Kepler Weber.

Para efeito de comparação, um secador convencional disponível no mercado chega a consumir 5,47 milhões de quilocalorias por hora para secar o grão. O sistema KW MAX reduz este consumo para 3,725 milhões de quilocalorias por hora.

Devido ao novo design da torre de secagem, o equipamento mantém homogêneo a velocidade e o fluxo de descida dos grãos dentro do secador,  evitando parada de impurezas em seu interior. 

"Como a retenção de impurezas dentro do equipamento é muito menor, e ele ainda possui um sistema dedicado à aspiração de impurezas, o agricultor não precisa realizar muitas paradas do processo para a limpeza do equipamento, o que geralmente leva horas, e ao evitar as pausas amplia o desempenho do secador e reduz riscos de acidentes e sinistros", reforça.

A empresa, líder na América Latina em soluções de pós-colheita, também reforça os benefícios de qualidade de grãos e ambientais para o secador, por operar em baixas velocidades de ar. Com isso, o sistema KW MAX arrasta menos impurezas para o ambiente, reduzindo risco de emissão de particulados no ar e a necessidade de potência instalada. 

O secador também pode ser automatizado e conectado à plataforma Sync, permitindo que o agricultor consiga monitorar e operar o equipamento a distância, além de coletar dados em tempo real do desempenho da secagem.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp