18/05/2022 às 17h02min - Atualizada em 18/05/2022 às 17h50min

ROLETA RUSSA NAS VIAS DE GOIÂNIA

Mortes em rachas no trânsito: dá para chamar de acidentes?

SALA DA NOTÍCIA Kasane Comunicação Corporativa
redes sociais


ROLETA RUSSA NAS VIAS DE GOIÂNIA
Mortes em rachas no trânsito: dá para chamar de acidentes?

Goiânia ficou aterrorizada com a trágica notícia do falecimento de dois jovens, uma 15 e outro de 20 anos em um racha, que terminou em um grave acidente de trânsito no último final de semana na avenida- T9.
Os rachas se enquadram em alguns artigos do Código Brasileiro de Trânsito: 
Art. 173 – Disputar corrida: Infração gravíssima com penalidade de multa (multiplicada 10 vezes em cima do valor da multa gravíssima), suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo. Em Goiânia, em todo o ano de 2021 foram aplicadas apenas 8 multas desse tipo. Nos primeiros quatro meses 2022 não houve a aplicação dessa multa (Senatran).
Art. 174 - Promover, na via, competição, eventos organizados, exibição e demonstração de perícia em manobra de veículo, ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via: Infração gravíssima com penalidade de multa (multiplicada 10 vezes em cima do valor da multa gravíssima) suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo. Neste artigo temos, em 2021, 135 multas e em 2022, 38 multas (Senatran).  
Art. 170 - Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública, ou os demais veículos: Infração gravíssima com penalidade de multa e suspensão do direito de dirigir. Neste artigo foram registradas em Goiânia 246 multas em 2021 e 81 multas no primeiro quadrimestre de 2022 (Senatran).
Art. 175 - Utilizar-se de veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa, mediante arrancada brusca, derrapagem ou frenagem com deslizamento ou arrastamento de pneus: Infração gravíssima com penalidade de multa (multiplicada 10 vezes em cima do valor da multa gravíssima), suspensão do direito de dirigir e apreensão do veículo. Este foi o campeão entre os artigos relacionados com racha tendo em 2021 foram 771 multas e em 2022, já somam 255 multas (Senatran).
Miguel Angelo Pricinote coordenador do Mova-se Fórum de Mobilidade acredita que apesar da grande quantidade de multas fica claro que a fiscalização ainda deixa a desejar. "A prática de racha e outras manobras com veículos inevitavelmente corre um grande o risco de acabar matando alguém e muitas vezes de pessoas que não estão participando dos ‘pegas’, como pedestres e outros motoristas. Aqui em Goiânia, o problema dos rachas infelizmente ainda é uma coisa comum e parece ser cultural dos jovens, que muitas vezes ainda estão alcoolizados. Muitos desses eventos são marcados previamente e muitas vezes com postas,” acrescenta o coordenador.
Miguel também salienta que os acidentes de trânsito impactam diretamente três áreas importantes do setor público: ocupação de leitos hospitalares, previdência social devido aqueles que ficam com sequelas graves do acidente e por último as famílias que acabam perdendo o principal arrimo de família. Sendo assim, para o especialista a questão envolvendo rachas e a violência no trânsito da nossa capital não é somente um problema relacionado a mobilidade, mas sim de saúde pública e previdência social.

Mais informações:
O valor da multa gravíssima é de R$ 293, 47 e nos casos das infrações por “rachas” pode ser multiplicado por 3, 5,10 ou até 60 vezes.




 


 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp