17/05/2022 às 15h14min - Atualizada em 18/05/2022 às 11h30min

‘A Herança’, terror da mesma produtora do sucesso ‘Benzinho’, termina suas gravações

Dirigido por João Cândido, longa foi rodado no Rio e em Barra do Piraí

SALA DA NOTÍCIA Carol Borges
https://atomicalab.com.br/
Bianca Aun

Encerram essa semana as filmagens do longa de terror brasileiro “A Herança”, realizado entre as cidades do Rio de Janeiro e Barra do Piraí. A trama é protagonizada por Diego Montez - conhecido por trabalhos como “Rebelde” e “Cúmplices de Um Resgate” -, que interpreta Thomaz, jovem que vive com o namorado na Alemanha sem quase nenhum contato com a família. Ele se vê diante da necessidade de voltar ao Brasil quando recebe a notícia de que sua mãe faleceu. Ao chegar no país, descobre que sua avó lhe deixou uma casa como herança. Curioso, ele decide revisitar as suas origens, vasculhar seu passado e acaba embarcando em uma trajetória assustadora. O filme é dirigido e co-escrito pelo carioca João Cândido Zacharias. 

Tentando entender o motivo pelo qual a matriarca o afastou das próprias irmãs, Thomaz tem seu contraponto em Beni, vivido por Yohan Levy - ator francês que participou da série “Emily In Paris” -, seu companheiro que, ao longo dessa nova experiência, está com o olhar sempre atento quando se trata da aproximação repentina do parceiro com as tias. 

O longa é uma aposta da Sony Pictures International Productions, da Kromaki Filmes e da Bubbles Project - produtora fundada por Tatiana Leite, responsável pelo sucesso “Benzinho”, indicado ao Festival Sundance de Cinema e ao Festival de Cinema de Gramado, onde conquistou seis prêmios. A distribuição é da Sony Pictures, que também tem os direitos globais do filme. Eloisa Winther supervisiona o projeto em nome da Sony Pictures International Productions.

“O processo de desenvolvimento e preparação do filme foi longo, ainda mais dificultado pela pandemia. Nós fizemos diversos testes para a seleção do elenco dos protagonistas. Para o papel do Thomaz, recebemos mais de 350 self tapes e, além disso, buscamos atores de fora do Brasil para o personagem de Beni, que tinha que ser mesmo um estrangeiro. E estamos muito felizes e seguros com as nossas escolhas, tanto do  Diego quanto do Yohan. Agora consigo ver o projeto criar forma, tendo em vista que acompanhei no set os planos em cada detalhe. Trabalhar com essa equipe, esse elenco e, principalmente, com o João (diretor) é um prazer.Não é à toa que essa é a quarta parceria (primeiro longa-metragem), que apostamos no talento e competência dele”, afirma Tatiana Leite, fundadora da Bubbles Project.

“A Sony Pictures sempre acreditou que apostar em novos talentos significa desenvolver e pluralizar a nossa indústria. Temos orgulho do histórico que carregamos no cinema nacional e não poderia ser diferente em nossa primeira co-produção local de terror. Estamos animados em entrar nesse universo ao lado de João Cândido Zacharias em sua estreia na direção de um longa. Tenho certeza que será uma colaboração empolgante”, afirma André Sala, VP sênior de distribuição da América Latina e diretor-geral da Sony Pictures no Brasil.

Além do ator Diego Montez e  Yohan Levy, compõem o elenco as consagradas atrizes Cristina Pereira, Analu Prestes, Ana Carbatti, além de Luiza Kozowski, Jimmy London e Gilda Nomacce.

“Estamos empolgados em embarcar nessa co-produção com a Bubbles Project e a Kromaki Filmes”, diz Michael Rifkin, Co-Head da Sony Pictures International Productions. “Eles conseguiram juntar um elenco incrível e temos confiança que o envolvimento da Sony Pictures vai poder agregar bastante ao projeto”, conclui. 

SINOPSE
Thomas, um rapaz brasileiro, vive em Berlim com Beni, seu namorado. Afastado de suas raízes há muitos anos, ele é surpreendido pela notícia da morte de sua mãe. De volta ao Brasil para enterrá-la, ele descobre que herdou, da avó que nunca conheceu, uma casa de fazenda no interior do país. Assim, Thomas vê a chance de se conectar com suas origens e descobrir mais sobre seu misterioso passado. Agora, talvez, Thomas entenda porque cresceu fugindo de cidade em cidade, e cercado de estranhos cuidados da mãe.

ELENCO
Diego Montez
Yohan Levy
Cristina Pereira
Analu Prestes
Ana Carbatti
Luiza Kozowski
Jimmy London
Gilda Nomacce

FICHA TÉCNICA
Direção: João Cândido Zacharias
Produção: Tatiana Leite
Coprodução: Rodrigo Letier
Roteiro: João Cândido Zacharias e Fernando Toste
Produção Executiva: Tatiana Leite, Sabrina Garcia, Roberta Oliveira e Paula Pripas
Produção: Bubbles Project
Coprodução: Kromaki Filmes e Sony Pictures
Distribuição: Sony Pictures
Direção de fotografia: Guilherme Tostes
Direção de Arte: Elsa Romero
Figurino: Diana Leste
Montagem: Livia Arbex
Maquiagem: Cleber Oliveira
Técnico de som: Jonathan Yeuldiel
Direção de produção: Lucas H. Rossi dos Santos

Sobre o diretor João Cândido
João Cândido Zacharias é um roteirista e diretor brasileiro. Nascido no Rio de Janeiro, em 1981, formou-se em Cinema pela UFF. Criou e dirigiu as séries documentais “Peça piloto” (2009) e “Música.doc” (2012), e escreveu o roteiro do documentário “Danado de bom” (2016), dirigido por Deby Brennand. Já em 2017, escreveu e dirigiu “Sandra Chamando”, vencedor do Prêmio Félix de melhor curta no Festival do Rio no mesmo ano. Também foi diretor do filme “Os Últimos Românticos” (2019)  - que conquistou a menção especial do júri no Espacio Queer Film Festival.

Sobre a Bubbles Project
Bubbles Project é uma produtora independente baseada no Rio de Janeiro, criada por Tatiana Leite em 2012. A empresa é responsável pelo desenvolvimento, produção e coprodução de de filmes dentro e fora do Brasil, incluindo longas e curtas metragens que circularam por festivais como Berlim, Locarno, Sundance, San Sebastián, Rotterdam, entre muitos outros.
No currículo está “Benzinho” (2018) - indicado para o Festival Sundance de Cinema e o Festival de Cinema de Gramado, sendo este último onde garantiu estatuetas de Melhor Filme, Direção, Atriz, Atriz Coadjuvante e Roteiro Original. Além disso, destacam-se os longas-metragens “Pendular” (2017), “Aspirantes” (2019), “Família Submersa” (2019), “Nona” (2020) e “Cora” (2021). Entre os curtas-metragens estão “Os Últimos Românticos” (2019), de João Cândido Zacharias, “Romance” (2021), de Karine Teles; e “Ibeji Ibeji” (2021), de Victor Rodrigues.
Atualmente, a Bubbles coproduz o longa “Amanhã Será Outro Dia”, do português Pedro Pinho (“A Fábrica do Nada”); “Regra 34”, de Julia Murat; e está desenvolvendo os filmes “Princesa”, de Karine Teles; “Porco-Espinho”, de Eva Randolph; e “Malu”, de Pedro Freire.

Sobre a Sony Pictures Entertainment
A Sony Pictures Entertainment (SPE) é uma subsidiária da Sony Corporation of America, uma subsidiária da japonesa Sony Corporation. As operações globais da SPE abrangem produção, aquisição e distribuição de filmes em cinema, home entertainment, televisão e mídias digitais; uma rede global de canais; operação de estúdio, desenvolvimento de novos produtos audiovisuais, serviços e tecnologias. Tudo isto representa a distribuição de entretenimento em mais de 140 países.
Com presença marcante no mercado nacional, a Sony Pictures distribuiu e/ou co-produziu no Brasil, 22 dos 25 filmes nacionais lançados na década de 90, momento da retomada. Em 2018, através do investimento em inúmeras produções, apostando em novos talentos e diferentes gêneros ao longo dos últimos anos, a Sony chega à marca de mais de 60 filmes nacionais distribuídos e/ou coproduzidos, entre eles: “Deus é Brasileiro”, “O Auto da Compadecida”, “Carandiru”, “Cazuza”, “2 Filhos de Francisco”, “Meu Nome Não é Johnny”, “Chico Xavier”, “Xingu”, “Tainá”, “Confissões de Adolescente” e “Um Tio Quase Perfeito”.

Sobre a Sony Pictures International Productions
A Sony Pictures International Productions, liderada por Shebnem Askin e Michael Rifkin, é o braço de co-produção local da Sony Pictures, que lança mais de 30 filmes anualmente em 12 territórios pelo mundo. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp