15/05/2022 às 14h26min - Atualizada em 15/05/2022 às 16h01min

Edenilson acusa Rafael Ramos de injúria racial em jogo do Brasileiro

Volante colorado (foto) diz ter sido chamado de macaco por lateral corintiano, que negou ofensa. Jogador português foi detido no sábado (14) e liberado após pagar fiança.

Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2022-05/edenilson-acusa-rafael-ramos-de-injuria-racial-em-jogo-do-brasileiro

O lateral Rafael Ramos, do Corinthians, foi detido em flagrante e liberado após pagar fiança na noite de sábado (15), em Porto Alegre. O português foi acusado pelo volante Edenilson, do Internacional, de tê-lo chamado de "macaco" - o que é negado pelo alvinegro - no empate por 2 a 2 entre as equipes no Beira-Rio, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.



A acusação consta na súmula do árbitro da partida, Bráulio da Silva Machado. O documento relata que aos 31 minutos do segundo tempo, Edenilson o comunicou de que Rafael Ramos teria dito "f...-se, macaco". O lateral alegou um "mal entendido" por conta do sotaque português e que, na verdade, teria falado "fo...-se, ca......". O árbitro registrou que "devido à distância dos atletas e barulho da torcida", a equipe de arbitragem não conseguiu escutar nenhuma das versões citadas.




Rafael Ramos, português, Corinthians - <br /> 16/04/2022 - Corinthians x Avaí - Brasileirão 2022

Rafael Ramos, português, Corinthians -
16/04/2022 - Corinthians x Avaí - Brasileirão 2022






Em postagem no Instagram, após o jogo de sábado (14), o lateral Rafael Ramos (na foto de frente) disse: "não fui, não sou e nunca serei racista"  - Rodrigo Coca/Ag.Corinthians/Direitos Reservados



No Instagram, Edenilson reafirmou a acusação e disse ter procurado Rafael Ramos após o jogo, nos vestiários, esperando um pedido de desculpas, mas afirmou ter ouvido que "havia entendido errado". O volante colorado, então, prestou queixa à Polícia Civil gaúcha, ainda no estádio. O Inter, pelo Twitter, manifestou repúdio a "todo e qualquer ato de preconceito" e que apoiará o jogador.



Detido no Beira-Rio e posteriormente liberado, Rafael Ramos também se pronunciou no Instagram. O corintiano garantiu que não foi, não é e nunca será racista. Pelo Twitter, o Timão relatou que o lateral foi ouvido e deu uma "versão diferente" de Edenilson, que o pagamento de fiança "não implica em admissão de culpa" e que "clube e atleta continuarão a colaborar com as autoridades".






Com a bola rolando, o Inter abriu o placar aos 24 minutos do primeiro tempo, com o meia Alan Patrick. Cinco minutos depois, na sequência de uma disputa na área, o zagueiro Raul Gustavo empatou para o Corinthians. Aos 43, o atacante Wanderson aproveitou o rebote do goleiro Cássio para recolocar o Colorado na frente. Aos 19 da etapa final, porém, o atacante Jô recebeu do meia Gustavo Mantuan e driblou o goleiro Daniel antes de finalizar e garantir o ponto fora de casa ao Timão.



O clube paulista permanece na liderança do Brasileiro, com 13 pontos, precisando secar Santos e Avaí para encerrar o fim de semana no topo da tabela. Os gaúchos, com nove pontos, aparecem na oitava colocação, mas podem cair até três posições na sequência da rodada.



Outras quatro partidas movimentaram a competição no sábado. Atual campeão, o Atlético-MG derrotou o Atlético-GO por 2 a 0 no estádio Independência, em Belo Horizonte, assumindo provisoriamente a vice-liderança, com 12 pontos. O atacante Hulk balançou as redes duas vezes e decretou o triunfo mineiro. O Dragão, com três pontos, segue sem vencer e aparece na 19ª e penúltima colocação. O tropeço custou o emprego do técnico Umberto Louzer.






No Allianz Parque, em São Paulo, o Palmeiras bateu o Red Bull Bragantino pelo mesmo placar. O volante Danilo e o meia Raphael Veiga fizeram os gols do Verdão, que subiu para sexto lugar, com os mesmos nove pontos do Massa Bruta, ficando à frente pelo saldo de gols (quatro a dois).



Quem também saiu triunfante no sábado foi o Fluminense, que venceu o Athletico-PR por 2 a 1 no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O atacante Germán Cano brilhou com dois gols, enquanto o zagueiro Matheus Felipe diminuiu para o Furacão, que sofreu a primeira derrota com o técnico Luiz Felipe Scolari. O Tricolor carioca foi a oito pontos, na 11ª posição. Com dois pontos a menos, o Rubro-Negro do Paraná está em 14º.



Já na Arena Castelão, em Fortaleza, o Ceará buscou o empate por 2 a 2 com o Flamengo nos minutos finais. O volante Willian Arão fez os dois gols do Rubro-Negro. O atacante Stiven Mendoza e o lateral Nino Paraíba - aos 45 minutos do segundo tempo, em cobrança de falta - evitaram a derrota dos anfitriões. O Vozão abre a zona de rebaixamento, em 17º lugar, com quatro pontos. Os cariocas somam seis pontos e ocupam o 15º posto.






Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2022-05/edenilson-acusa-rafael-ramos-de-injuria-racial-em-jogo-do-brasileiro
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp