22/02/2024 às 09h20min - Atualizada em 22/02/2024 às 09h26min

'Vamos recorrer e defender a inocência até o fim', diz advogada de Daniel Alves

 

Notícias Ao Minuto
https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/2118397/2-vamos-recorrer-e-defender-a-inocencia-ate-o-fim-diz-advogada-de-daniel-alves?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A defesa do ex-jogador Daniel Alves, 40, afirmou que vai recorrer da sentença que condenou seu cliente a 4 anos e meio de prisão por agressão sexual em boate de Barcelona. A advogada Inés Guardiola disse que ainda estuda o texto, segundo o jornal La Vanguardia. "Continuo acreditando e defendendo a inocência do senhor Alves", afirmou.

"É uma sentença longa. Vamos recorrer e defender a inocência até o fim", concluiu Guardiola, segundo o jornal.
Ela afirmou que vai visitar o seu cliente ainda hoje na prisão para explicar o conteúdo da decisão.

Por outro lado, as advogados da vítima disseram ter gostado da sentença. "Estamos satisfeitos porque a sentença reconhece o que temos dito o tempo todo: que a vítima estava dizendo a verdade e que sofreu", disse o advogado David Saenz, acrescentando que sua equipe ainda analisaria se a sentença corresponde à gravidade do crime.

O tribunal considerou que a relação do ex-jogador e da mulher não foi consentida e que, para além do depoimento da vítima, foram apresentados elementos de provas que atestaram a violação sexual. Alves também deverá cumprir outros cinco anos de liberdade vigiada e se manter afastado e sem se comunicar com a vítima até essa última data, ou seja, por nove anos e meio.

Mantida a condenação, ele deve sair da prisão em meados de 2027. As duas partes podem apresentar recursos, o que levaria o caso à Sala de Apelações do Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, informou o UOL. A pena máxima, sem agravantes, para um estupro na Espanha é de 12 anos, tempo que havia sido pedido pela acusação. A promotoria solicitava 9 anos, e a advogada de defesa do brasileiro, Inés Guardiola, a absolvição.

A defesa contou com duas estratégias para tentar reduzir a penas de Alves. A primeira foi o depósito de € 150 mil na Justiça, como "atenuante de reparação de dano causado". Esse dinheiro é entregue à vítima em caso de condenação ou volta para o réu, se ele for absolvido.

Para esse pagamento, ele contou com a ajuda de Neymar e de sua família, já que o lateral direito não estava conseguindo acessar seus bens no Brasil.

Leia Também: Daniel Alves condenado: como o jogador deve cumprir a pena de 4 anos e 6 meses

Leia Também: Daniel Alves é condenado a quatro anos e seis meses de prisão



Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/2118397/2-vamos-recorrer-e-defender-a-inocencia-ate-o-fim-diz-advogada-de-daniel-alves?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo que acontece! Basta clicar aqui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.