19/01/2024 às 06h45min - Atualizada em 19/01/2024 às 08h51min

Fluminense abre busca do tricampeonato carioca cedendo empate ao Volta Redonda no fim

 

Notícias Ao Minuto
https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/2105975/fluminense-abre-busca-do-tricampeonato-carioca-cedendo-empate-ao-volta-redonda-no-fim?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

O Fluminense largou em busca do tricampeonato do Campeonato Carioca com um gosto amargo. Mesmo com escalação reserva e repleta de jovens da base, a equipe vencia o Volta Redonda no Raulino Oliveira por 1 a 0 até os minutos finais, quando cedeu a igualdade, por 1 a 1, em belo gol de MV de fora da área.

Querendo repetir o tricampeonato conquistado entre 1983 e 85, na época com os ídolos Washington e Assis decisivos, o Fluminense entrou em campo com uma formação bastante modificada por causa das férias dos titulares - disputaram o Mundial em dezembro e nem voltaram aos treinos ainda. Nem o técnico Fernando Diniz esteve na beirada do campo no Raulino Oliveira.

Coube ao interino Marcão comandar os meninos diante de um rival do qual perdeu duas vezes por 2 a 1 na Taça Guanabara de 2023, na fase de classificação e depois na ida das semifinais. No mata-mata, porém, a partida da volta foi em grande estilo, com implacáveis 7 a 0.

No meio de tantos nomes desconhecidos, os destaques eram o zagueiro Antônio Carlos, contratado para a vaga do capitão Nino, negociado com o russo Zenit, e o atacante Lelê, comprado em definitivo por R$ 4 milhões.

Logo aos cinco minutos, no terceiro lançamento às costas da marcação, o Volta Redonda abriu o marcador, com o centroavante Ítalo Carvalho. A auxiliar anotou impedimento no lance. Como não há VAR nessa fase do Carioca, o atual bicampeão acabou escapando de sair em desvantagem.

Ex-jogador do Volta Redonda, adquirido em definitivo no começo do ano, Lelê era a principal arma ofensiva do técnico Marcão. Além dos marcadores, o atacante tinha um rival a mais: a ex-torcida. Ele era vaiado a cada toque na bola no Raulino Oliveira.

Os apupos, contudo, serviam de combustível e a todo momento o artilheiro, que busca ganhar mais espaço no time de Fernando Diniz, aparecia na frente finalizando ou criando lance de perigo. Em bobagem da defesa, a bola sobrou para Arthur servir e Lelê bater colocado e abrir o marcador aos 18 minutos.

Comemorou 'retribuindo' as provocações com a mão na orelha cobrando os gritos das arquibancadas - no intervalo, Lelê pediu desculpas à torcida do Volta Redonda pela provocação. Em finalização cruzada, o camisa 18 novamente levou perigo aos donos da casa. Mas pegou mal na bola, mandando sem direção.

O Volta Redonda teve a chance do empate aos 25, após pênalti cometido por Gustavo Apis. Ítalo Carvalho pegou a bola e bateu para bela defesa de Vitor Eudes, que voou no rebote e impediu o gol do centroavante.

Mesmo com escalação recheada de jovens, o Fluminense teve outras oportunidades para ampliar a vantagem antes do intervalo. Mas parou no goleiro Paulo Henrique com Lelê e Isaac ou errando o alvo, com João Neto.

O Volta Redonda voltou mais ofensivo na etapa final e novamente foi salvo pelo goleiro Vitor Eudes em duas grandes defesas com menos de 10 minutos. Lelê respondeu, também dando trabalho a Paulo Henrique.

Com o passar do tempo, o Volta Redonda começou a errar passes e não encaixar mais ataques. O Fluminense só ia na boa, mesmo assim, assustando quando finalizava. A parada técnica serviu para o técnico Felipe Loureiro tentar ajustar o time mandante, enquanto Marcão mostrava-se satisfeito com sua equipe.

E as recomendações de Felipe deram certo. Aos 43 minutos, MV acertou lindo chute de fora da área e empatou a partida, finalmente conseguindo superar o goleiro Vitor Eudes. Com sete minutos de acréscimos, o Fluminense colocou todo mundo no ataque para buscar o gol do triunfo. Antônio Carlos cabeceou raspando e desperdiçou a última chance.

FICHA TÉCNICA

VOLTA REDONDA 1 x 1 FLUMINENSE

VOLTA REDONDA - Paulo Henrique; Wellington Silva, Augusto, Luan (Marco Gabriel, depois Juninho Monteiro) e Sanchez; Henrique Silva (Bruno Barra), Léo Silva, Robinho (Lucas Oliveira) e Júlio César (Thiago Alagoano); MV e Ítalo Carvalho. Técnico: Felipe Loureiro.

FLUMINENSE - Vitor Eudes; Alexandre Jesus (Justen), Luan Freitas, Antônio Carlos e Cristiano; Felipe Andrade, Gustavo Apis (Edinho) e Arthur (Kauã Elias); Isaac (Rafael Monteiro), João Neto e Lelê. Técnico: Marcão.

GOLS - Lelê, aos 18 minutos do primeiro tempo; MV, aos 43 do segundo.

CARTÕES AMARELOS - Robinho, Luan, Henrique Silva, Júlio César e Wellington Silva (Volta Redonda); Lelê e Vitor Eudes (Fluminense).

ÁRBITRO - Tarcizo Pinheiro Caetano.

RENDA - R$ 101.395,00.

PÚBLICO - 4.768 presentes.

LOCAL - Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Leia Também: Ex-campeão mundial de salto com vara morre aos 29 anos



Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/2105975/fluminense-abre-busca-do-tricampeonato-carioca-cedendo-empate-ao-volta-redonda-no-fim?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo que acontece! Basta clicar aqui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.