14/02/2022 às 21h18min - Atualizada em 14/02/2022 às 21h18min

Deputados festejam lei que proíbe passaporte da vacina em Vitória

Deputados estaduais comemoraram, na sessão ordinária desta segunda-feira (14), na Assembleia Legislativa, uma lei aprovada em Vitória que pretende proibir o passaporte da vacina contra a Covid-19.
  
Os parlamentares festejaram a aprovação, na Câmara de Vitória, nesta segunda, da iniciativa que proíbe a cobrança do chamado “passaporte vacinal” nos estabelecimentos comerciais da capital. Esse tipo de medida pede a apresentação de comprovante de vacinação contra a Covid-19 para o acesso a determinados locais.

Um deles foi Capitão Assumção (Patri), que falou que a proposta traz “dignidade” para os capixabas. “O comércio vai ser respeitado e os cidadãos vão poder circular sem serem incomodados pela Vigilância Sanitária”, comemorou. Além dele, elogiaram o projeto os deputados Carlos Von (Avante), Delegado Danilo Bahiense (sem partido) e Torino Marques (PSL).
 

Pesquisadores defendem adoção "incondicional" de passaporte de vacina

 

Os pesquisadores do Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) defendem como medida fundamental o passaporte de vacinas, devido às mudanças no cenário epidemiológico no Brasil e no mundo com relação à transmissibilidade e à disseminação das novas variantes.

Além disso, as notas técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apontam recomendações que visam estabelecer uma nova política de fronteiras e de restrições, alinhadas às medidas de outros países que estudam adotar a medida.

Os pesquisadores afirmam que “mantemos a defesa incondicional do passaporte vacinal. Grande parte dos países põem restrições para evitar o alastramento da covid-19 nos seus territórios. O Brasil não pode caminhar na contramão, sob o risco de se tornar o destino de pessoas não vacinadas, que oferecem mais riscos para a difusão da doença”.

Eles também observam que a ausência e a qualidade dos dados disponíveis geram incerteza na descrição do quadro epidemiológico. “Há problemas nos dados disponibilizados sobre a covid-19, incorrendo em significativa subnotificação”, ressaltam.

 


Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo que acontece! Basta clicar aqui.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.