26/07/2022 às 16h54min - Atualizada em 27/07/2022 às 00h00min

Tempo seco e baixas temperaturas provocam aumento na incidência de doenças respiratórias

Idosos e crianças são os que mais sofrem com o problema; vacinação, reforço na alimentação e cuidados domésticos podem evitar agravamento do quadro clínico

SALA DA NOTÍCIA Carla Espino
São Paulo, julho de 2022O frio provoca aumento considerável na incidência de problemas respiratórios como asma, rinite, sinusite e bronquite, e infecções das vias áreas causadas por vírus e bactérias (1). Isso porque o inverno é a estação mais seca do ano na maioria dos estados brasileiros.
“As pessoas se aglomeram em espaços fechados, mantem portas e janelas fechadas por causa das baixas temperaturas, o que facilita o contágio das doenças respiratórias. Sem falar que a queda na umidade do ar também deixa as mucosas mais sensíveis e vulneráveis a irritações e infecções”, destaca a diretora médica adjunta da Farmacêutica Zambon, Dra. Yvi Gea.
A médica lembra que no inverno também ocorrem mudanças bruscas de temperatura, com dias quentes e noites muito frias, e essa amplitude térmica acaba sensibilizando a mucosa das vias aéreas. “E não podemos esquecer que ainda temos a circulação do coronavírus, que causa a Covid-19, com um número considerável de infecções”, alerta.
Além do uso da máscara em locais fechados e de medidas sanitárias, como a higienização frequente das mãos, Dra. Yvi Gea recomenda que as pessoas mantenham uma boa ingestão de líquidos, para garantir a hidratação do corpo, adotem uma dieta equilibrada, e tentem manter os ambientes ventilados. “Também é importante verificar se a caderneta de vacinação está em dia. Além das vacinas contra a influenza e o coronavírus, outras vacinas de rotina do Calendário Nacional de Vacinação ajudam a reduzir da circulação de alguns vírus e bactérias que causam infecções graves, principalmente em crianças e idosos”.
Entre os imunizantes, a médica cita a Pentavalente, que protege contra a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenzae (causa frequente de infecções, como otite média, sinusite e infecção das mucosas respiratórias), e a vacina


Pneumocócica 10 valente (conjugada), indicada para prevenção de infecções invasivas, como pneumonia, meningite, assim como otite média aguda.
Veja, abaixo, outras dicas importantes que devem ser utilizadas no inverno:
  • Usar máscara em ambientes fechados;
  • Manter a ingestão de líquidos como água, sucos e chás;
  • Consumir frutas, verduras e legumes;
  • Usar umidificadores ou espalhar pela casa bacias de água para reduzir o desconforto do tempo seco, principalmente nos dias de umidade do ar abaixo dos 30%;
  • Lavar cobertas e casacos de inverno antes de usar, para evitar ácaros e mofo.
E lembre-se: sempre que o mal-estar persistir, procure o médico. Ele é a pessoa mais indicada para fazer o diagnóstico e recomendar o melhor tratamento.
Referências:

¹ Pitrez PMC, Pitrez JLB. Infecções agudas das vias aéreas superiores: diagnóstico e tratamento ambulatorial. J. Pediatr. (Rio J.), Porto Alegre , v. 79, supl. 1, p. S77-S86, June 2003.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp