23/07/2022 às 11h12min - Atualizada em 23/07/2022 às 12h02min

Blake Lemoine, engenheiro que identificou “sentimentos” em IA do Google, é demitido

Engenheiro disse à BBC que está buscando aconselhamento jurídico, mas recusou-se a oferecer maiores comentários

Olhar Digital
https://olhardigital.com.br/2022/07/23/pro/blake-lemoine-demitido-do-google/

O Google confirmou, na última sexta-feira (22), a demissão de Blake Lemoine, agora ex-engenheiro da área de pesquisa em inteligência artificial (IA) da companhia de Mountain View.

Blake Lemoine tomou as manchetes da imprensa internacional mês passado, ao afirmar que a IA do Google era senciente, ou seja, não apenas era capaz de formular “pensamentos” próprios, mas também de “ter sentimentos” que, segundo o pesquisador, deveriam ser respeitados. A empresa negou as afirmações do engenheiro.

Leia também

O engenheiro de software Blake Lemoine afirmou em junho que a IA do Google havia adquirido "sentimentos". Após um mês de suspensão, a empresa confirmou que o demitiu

O engenheiro de software Blake Lemoine afirmou em junho que a IA do Google havia adquirido "sentimentos". Após um mês de suspensão, a empresa confirmou que o demitiu

O engenheiro de software Blake Lemoine afirmou em junho que a IA do Google havia adquirido “sentimentos”. Após um mês de suspensão, a empresa confirmou que o demitiu (Imagem: Blake Lemoine, via Twitter)

O nome da linguagem aplicada pelo Google e que levou Lemoine às afirmações acima é “Language Model for Dialogue Applications” (ou simplesmente “LaMDA”). A linguagem é capaz de simular conversas inteiras, criando ordens de diálogo em tempo real – algo que o próprio Blake Lemoine demonstrou em uma “entrevista” com a IA publicada em seu blog no Medium.

Desde que fez as afirmações, o engenheiro entrou na mira da gestão do Google, que apesar de publicamente negar o material, colocou Lemoine em funções mais administrativas, afastando-o da pesquisa. Segundo um comunicado da empresa à BBC, “Blake ainda persistiu em escolher um caminho de clara violação de dados e termos empregatícios que incluem a necessidade de resguardo de informações de produto”.

Antes de toda a controvérsia, o trabalho de Blake Lemoine era o de, basicamente, testar o diálogo da LaMDA a fim de descobrir se ela usaria discursos de ódio. Oficialmente, a linguagem vem sendo desenvolvida para aprimorar o mercado de chatbots – as aplicações de mensagens automáticas que vemos em várias empresas com serviços automatizados de atendimento ao consumidor.

À BBC, Lemoine disse que está procurando aconselhamento jurídico, mas não deixou claro se pretende levar o Google à Justiça. O engenheiro recusou-se a comentar em mais detalhes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Blake Lemoine, engenheiro que identificou “sentimentos” em IA do Google, é demitido apareceu primeiro em Olhar Digital.



Fonte: https://olhardigital.com.br/2022/07/23/pro/blake-lemoine-demitido-do-google/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp