15/07/2022 às 12h26min - Atualizada em 16/07/2022 às 16h10min

Novo propulsor para mobilidade elétrica: O eixo elétrico 4 em 1 da Schaeffler

• Matthias Zink, CEO Automotive Technologies: “Os eixos elétricos são os elementos-chave da estratégia de mobilidade elétrica da Schaeffler”.

SALA DA NOTÍCIA Luiz Pêcego
Divulgação/Schaeffler
Sorocaba, 15 de Julho de 2022 | "A Schaeffler foca na mobilidade elétrica. A empresa demonstra isso lançando simultaneamente vários novos acionamentos de eixos elétricos, eles são um elemento-chave de nossa estratégia de mobilidade elétrica", diz Matthias Zink, CEO Automotive Technologies na Schaeffler AG.

Até o momento se podia integrar até três componentes a uma unidade compacta de acionamento. Com o assim chamado eixo elétrico 4 em 1, a Schaeffler está dando um passo adiante ao integrar o sistema de gerenciamento térmico, além do motor elétrico, da eletrônica de potência e da transmissão no Sistema de Eixo Elétrico. Isso torna o acionamento do eixo mais compacto e leve e garante mais conforto. Um sistema de gerenciamento térmico particularmente eficiente também garante que um carro viaje mais com uma carga de bateria e carregue mais rapidamente. Outro novo desenvolvimento são os eixos elétricos para picapes e veículos comerciais leves. No futuro, a Schaeffler fornecerá esses eixos elétrico para fabricantes de automóveis, particularmente na América do Norte.


Eixo Elétrico com sistema de gerenciamento térmico integrado

O calor é um recurso escasso e valioso nos carros elétricos. Eles não têm o calor residual de motores a combustão interna para aquecer o interior, por exemplo.   Além disso, particularmente em temperaturas externas altas e baixas, a autonomia e a capacidade de carregamento rápido da bateria dependem essencialmente se a bateria pode ser mantida em uma faixa de temperatura adequada.“O sistema de gerenciamento térmico tem uma influência significativa na eficiência e no conforto do veículo”, diz Dr. Jochen Schröder, chefe da divisão de negócios de mobilidade elétrica da Schaeffler.

A empresa já oferece sistemas de gerenciamento térmico para todos os tipos de arquitetura de propulsores de veículos e continua a desenvolvê-los. Uma nova abordagem é a combinação dos componentes de acionamento de um eixo elétrico com o sistema de gerenciamento térmico, o que era um módulo independente na maioria dos casos até agora. "Isso cria um sistema completo altamente integrado e compacto, que demanda significativamente menos espaço do que as soluções não integradas", diz Schröder.

Além disso, menos energia é perdida na forma de calor em mangueiras e cabos elétricos de potência. "Além do design compacto, a maior vantagem do sistema 4 em 1 é a interação otimizada dos subsistemas individuais", diz Schröder. Isso acontece porque os especialistas da Schaeffler sempre consideram o comportamento térmico dos componentes individuais, como do motor elétrico ou da eletrônica de potência, bem como o gerenciamento térmico mais eficiente e abrangente de todo o veículo. Por exemplo, um sistema de controle inteligente garante que o excesso de calor seja dissipado com eficiência da eletrônica de potência e do motor elétrico e que seja utilizado no interior do veículo. A temperatura da bateria também é regulada de tal maneira que o carro pode viajar mais com uma carga da bateria e ela é carregada mais rapidamente, aumentando o conforto em uma viagem.


O fornecedor oferece mais benefícios de eficiência ao trazer uma nova bomba de calor, que é operada com o refrigerante natural, dióxido de carbono. Não só o dióxido de carbono tem menos impacto no ambiente do que o refrigerante convencional, como também possui características físicas que permitem um aquecimento e arrefecimento mais eficiente dos veículos. “Por meio do nosso eixo elétrico 4 em 1 com um sistema de gerenciamento térmico integrado, podemos atingir um nível de eficiência ainda maior do sistema completo”, diz Schröder. Um nível de eficiência de até 96 por cento é possível em um sistema projetado de forma otimizada. Cada ponto percentual adicional se traduz em uma autonomia maior do veículo. 

Acionamentos elétricos – do componente individual ao sistema completo

Com seu eixo elétrico 4 em 1, a Schaeffler está desenvolvendo seu sistema de acionamento mais abrangente para carros elétricos até agora. Esses sistemas completos altamente integrados são atraentes tanto para fabricantes de automóveis estabelecidos quanto para novos”, diz Schröder. Isso permite uma redução no tempo e nos custos para um novo desenvolvimento complexo do acionamento inteiro. Entretanto, a empresa continuará a oferecer aos seus clientes componentes e subsistemas individuais para acionamentos elétricos e híbridos, como motores elétricos, transmissões, rolamentos e sistema de gerenciamento térmico. A gama também inclui a combinação de dois ou três componentes de acionamento. A Schaeffler está, portanto, abrindo um mercado particularmente grande, especialmente porque, no futuro, os eixos elétricos serão utilizados em veículos que vão desde carros de passeio até veículos comerciais leves – com acionamentos puramente elétricos e acionamentos baseados em células de combustível. Isso se estenderia também a eixos e componentes elétricos personalizados para a eletrificação de veículos comerciais e de aplicações pesadas.


Para a eletrificação de picapes médias, principalmente para o mercado norte-americano, a Schaeffler está desenvolvendo e fabricará o chamado eixo traseiro elétrico. No eixo traseiro elétrico, o motor elétrico, a transmissão, a eletrônica de potência e todo o eixo traseiro são conectados entre si e fornecidos ao cliente como uma unidade pronta para instalação. Eixos como esses têm mais de dois metros de largura. A Schaeffler já garantiu seus primeiros pedidos de eixos traseiros elétricos para fabricantes de automóveis. A empresa está, portanto, entrando em um novo segmento de mercado para acionamentos de eixos elétricos.

Rede de produção global 

A Schaeffler fabrica componentes para eixos elétricos em vários locais do mundo. Em setembro de 2021, iniciou a produção em sua planta de Szombathely, oeste da Hungria. Essa instalação de produção é a primeira fábrica de mobilidade elétrica pura do Grupo Schaeffler e seu novo centro de competência para a fabricação de componentes e sistemas para grupos motopropulsores eletrificados. Além disso, componentes para mobilidade elétrica e acionamentos de eixos elétricos integrados são fabricados em Taicang, China. Outra instalação de produção está sendo montada em Wooster, América do Norte, onde os módulos híbridos já estão sendo fabricados. E a nova fábrica líder global para motores elétricos está sendo construída em Bühl, sede da divisão de Automotive Technologies da Schaeffler. 


A empresa utiliza seus pontos fortes especiais na produção de eixos elétricos: A Schaeffler é bem versada na produção de componentes individuais por meio de métodos de fabricação de alta precisão, como estampagem de lâminas de estator individuais para motores elétricos e o enrolamento de rotores utilizando enrolamentos ondulados inovadores, por exemplo. Ao utilizá-los, melhorias podem ser alcançadas nos componentes individuais, que juntos resultam em um sistema completo mais eficiente. Além disso, a empresa utiliza seu alto nível de excelência de produção para trazer acionamentos elétricos para o mercado rapidamente em grandes volumes.   

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp