12/07/2022 às 20h30min - Atualizada em 13/07/2022 às 02h02min

Paquetá e Lyon definem condições para saída, e Arsenal pode ser destino

 

Noticias Ao Minuto
https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/1923921/paqueta-e-lyon-definem-condicoes-para-saida-e-arsenal-pode-ser-destino?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Mais um jogador frequente nas convocações da seleção brasileira em ano de Copa do Mundo agita o mercado da bola internacional. Depois de duas temporadas no Lyon, sendo a última com destaque, o meio-campista Lucas Paquetá tem a chance de mudar de clube nas próximas semanas.

Segundo apurou o UOL Esporte, o Arsenal aparece como principal candidato depois de o jogador, seu estafe e o Lyon definirem as bases da possível negociação. Já acontecem conversas entre as diretorias, mas o caso é tratado com tranquilidade por duas razões: não há concorrência no momento; e a janela de transferências nos dois países ainda fica aberta por 51 dias.

Paquetá já teve o nome aprovado pelo técnico Mikel Arteta e também é próximo do diretor esportivo do Arsenal, o brasileiro Edu Gaspar. Inclusive, as primeiras convocações do meia aconteceram na época em que Edu era coordenador de seleções. O que é conversado agora são aspectos financeiros da operação, porque o clube inglês achou a primeira pedida francesa muito alta.

O valor mínimo considerado pelo Lyon para vender Paquetá nesta janela é de 60 milhões de euros (R$ 320 milhões, na cotação atual), como mostrou o UOL. É o triplo do que os franceses pagaram ao Milan em setembro de 2020. Esta valorização é vista como exagerada pelo Arsenal, que trabalha para reduzi-la ou pagar parte do valor como bonificação por desempenho e metas no futuro.

O Lyon bate o pé na exigência. O meia tem contrato por mais três anos, foi eleito o melhor estrangeiro do Campeonato Francês em 2021/2022 e é titular na pré-temporada, considerado peça importante para as ambições do time a partir de agosto.

Ao mesmo tempo, o clube francês reconhece a boa fase de seu jogador e aceita que a saída é uma possibilidade. Um dos argumentos do estafe de Lucas Paquetá para viabilizar a transferência é que ele aceitou reduzir o salário na época em que trocou o Milan pelo Lyon e agora é hora de uma valorização. Além do ponto de vista financeiro, o brasileiro também deseja alcançar metas esportivas mais ousadas em 2022/2023, temporada em que o Lyon não se classificou para os torneios continentais mais importantes.

É o caminho que o volante Bruno Guimarães seguiu na temporada passada, por exemplo, ao trocar o Lyon pelo Newcastle. Hoje ele é um jogador valorizado no Campeonato Inglês e deu um salto em visibilidade.

O Newcastle mostrou interesse também por Paquetá, mas até o momento não passou de sondagem. O PSG foi outro clube apontado como destino do meia da seleção, mas isso foi antes da saída de Leonardo da direção do clube. Com Luis Campos, substituto do dirigente brasileiro, nenhuma conversa foi aberta.

Paquetá fez 43 jogos pelo Lyon na temporada passada, marcou 11 gols e deu sete passes para gol. Na seleção, ele se firmou como titular perto da Copa do Mundo do Qatar.



Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/esporte/1923921/paqueta-e-lyon-definem-condicoes-para-saida-e-arsenal-pode-ser-destino?utm_source=rss-esporte&utm_medium=rss&utm_campaign=rssfeed
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp