12/07/2022 às 17h32min - Atualizada em 12/07/2022 às 22h10min

Como Márcio Medina se tornou preparador oficial dos carros da Mitsubishi Cup

CEO da SFI CHIPS conta sobre sua trajetória

SALA DA NOTÍCIA Márcia Stival Assessoria
Bruno van Enck
A preparação automotiva de alto nível, principalmente na parte eletrônica, começou recentemente. Com aproximadamente 20 anos, em sua fase ‘embrionária’, as ferramentas eram escassas e os recursos muito limitados. 

Segundo Márcio Medina, CEO da SFI CHIPS, o mercado era desacreditado e pouco explorado. “Muitos diziam que o sistema de injeção eletrônica, que nasceu para substituir os carburadores, teriam pequena fatia do mercado. Eu nunca acreditei nisso e apostei grande na profissionalização de processos e procedimentos para tornar algo que, até então, era amador, numa empresa que produzisse uma solução customizada, mas com capacidade de atender em escala”, declarou.

A conexão com o rali se deu, primeiramente, porque o nicho exigia um trabalho de alto nível e que fosse focado no desenvolvimento para a prática desse tipo de esporte, exigindo carros que tenham retomadas mais rápidas. “Não tinha nenhuma outra empresa na época que fazia esse trabalho, e aí fizemos uma parte de desenvolvimento voltada completamente para o rali. Sempre foquei nos carros esportivos como vitrine, uma pista de teste para termos aprendizados nos carros de rua, qual resultado, qual comportamento o carro teria para nunca testar no carro do próprio cliente”, afirmou. 

Tudo mudou quando a Mitsubishi, através da divisão de alta performance, a Spinelli Racing - que já vinha há muito tempo analisando os resultados do preparador automotivo dentro do rali -, precisou de um trabalho de desenvolvimento e entrou em contato com Márcio, propondo uma parceria. “Ficamos dois anos praticamente desenvolvendo o motor da L200 sport R e ficou muito bacana, o pessoal elogiou demais, então desde 2019 somos preparadores oficiais da Mitsubishi”. 

A SFI CHIPS foi bicampeã brasileira de Rally Cross Country em 2011/2012, campeã do Rally dos Sertões em 2012 e 2015 e campeã do Rally de Barretos em 2015.

Hoje, a empresa realiza o trabalho em diversos tipos de veículos. “Nós fazemos esse incremento de potência para que os carros fiquem mais responsivos, mais seguros e até mesmo mais econômicos. Fazemos reprogramação com grande sucesso em máquina agrícola e, até mesmo em ambulâncias que precisam de um deslocamento mais rápido e efetivo”, explicou Medina.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://noticiasdoes.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Envie sua sugestão de pauta pelo Whatsapp